mardi 16 novembre 2010

Você pode ser sábio

Para ser sábio é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor. Se você conhece o Deus santo, então você tem compreensão das coisas. Provérbios 9.10.

 

Míshlê Shelomoh (Paroimiai na Septuaginta e Provérbios em português) é uma coletânea de vários autores, três dois quais são citados pelos seus nomes: Salomão, Agur e Lemuel. O rei Salomão ordenou a coleta do material de sabedoria da época e é seu autor principal (Provérbios 25.1). Segundo a Escola Bíblica de Jerusalém, centro de pesquisa bíblica e arqueológica na Palestina, fundada em 1890 pelo padre Marie-Joseph Lagrange (1855-1938), Míshlê Shelomoh se formou em torno de duas coleções "Provérbio de Salomão" (10.1-22.16), com 375 sentenças, e Provérbios de Salomão transcritos pelos escribas de Ezequias (cps. 25 a 29), com 128 sentenças. Estas duas coleções são precedidas por uma introdução (cps. 1 a 9). Duas outras coleções (22.17-24.22 e 24.23-24) foram agregadas como apêndices da coleção principal, e  outras três pequenas coleções, palavras de Agur (30.1-14), provérbios numéricos (30.15-33), as palavras de Lemuel (31.1-9) e um poema alfabético que louva a mulher sábia (31.10-31) foram acrescidas como apêndices da segunda coleção principal.


O livro fala sobre diversos assuntos, mas três devem ser realçados: Deus e o homem, a sabedoria e a vida; a morte.

1. Como a Revelação se expressava no Tanakh: Lei, sabedoria e profecia.
Jeremias 18.18 > “Pois sempre haverá sacerdotes para nos ensinar (a lei), sábios para nos dar conselhos e profetas para anunciara a mensagem de Deus”.

2. A relação entre Deus, conhecimento e prosperidade.
Oséias 4.6 > “O meu povo não quer saber de mim, por isto está sendo destruído...

3. O lema do livro relaciona sabedoria e temor a Deus.
Provérbios 1.7 > “Para ser sábio é preciso temer ao Deus, o Senhor”.

O que é Hokmah, a sabedoria?

Tem cinco facetas:

1. É musar, instrução ou treinamento.
E essa idéia pode ser traduzida também por correção e disciplina. É para os discípulos.

2. É binah, entendimento ou  discernimento.
Vem de leb, do coração, mas dirige nossos movimentos, nossas ações. É capacidade de escolha.

3. É maskil, bom senso ou sabedoria prática.
Nos leva ao sucesso, procedimentos de justiça, juízo e eqüidade.

4. É ormah, prudência ou discrição.
A capacidade de planejar, traduz a idéia de habilidade, de conhecer seu comércio ou negócio.

5. É leqah, conhecimento ou aprendizagem.
Aqui nos fala de buscar a verdade e ao próprio Deus e que essa revelação é algo assimilado, recebido de Deus.

E como se consegue?

 

1. Através da revelação.
É dom de Deus, que dá a todos que a desejam. Efésios 1. 17 > “E peço ao Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai glorioso, que dê a vocês o seu Espírito, o Espírito que os tornará sábios e revelará Deus a vocês, para que assim vocês o conheçam como devem conhecer”.

2.  Exige conversão.
Desviar-se do mal e voltar-se para a luz. Tiago 3.17 > “A sabedoria que vem do céu é antes de tudo pura: e é também pacífica, bondosa e amigável. Ela é cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os outros pela sua aparência e é livre de fingimento”.

3. Exige devoção.
Provérbios 9.10 diz que o começo da sabedoria é temer a Deus. Ora, temer não significa ter medo de Deus, mas obedecer, respeitar e honrá-lo por tudo o que Ele é, faz e pode fazer. Temer a Deus significa confiar nele e ter a certeza de que Ele ajuda você a tomar decisões e resolver problemas. Sabedoria é um presente de Deus. Ele dá sabedoria pela confiança que você coloca nele. É você busca a sabedoria porque sabe que precisa dela. É uma busca apaixonada. É a caminhada do discípulo.
Enregistrer un commentaire