mardi 19 juin 2012

A Comunidade de Jesus

Unida mas diferente
"Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só, há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos. E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo". [Efésios 4.4-7].

Nesses três versículos, o apóstolo Paulo apresenta sete aspectos da comunidade cristã, agrupados em três ao redor das três Pessoas da Trindade. 

Éfeso, na Turquia. É a maior área de ruínas da antiguidade. A cidade teria sido fundada por volta de dois mil anos antes de Cristo. Por causa de invasões e terremotos, foi reconstruída quatro vezes. Personagens importantes da História viveram ou passaram por Éfeso: Alexandre, o Grande, Cleópatra, os apóstolos Paulo e João, e Maria, mãe de Jesus. Depois da crucificação, Maria deixou Jerusalém acompanhada do apóstolo João e foram morar em Éfeso.

 1. Uma trindade no Espírito

"Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual nós fomos chamados é uma só".
Em primeiro lugar, há um só corpo, a Igreja, que deve sua existência e sua unidade a um só Espírito, que é dirigida no poder do Espírito em direção a um único alvo de esperança.

2. Uma trindade em Cristo 

"Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo".
Em segundo lugar, há um só Senhor, Jesus Cristo, o grande objeto de uma só fé pela qual as pessoas crêem para a salvação, o qual tem dado à Igreja a ordenança inicial de um só batismo (5).

3. Uma unidade em Deus Pai

"Um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos".
Em terceiro lugar, há um só Deus e Pai de todos, fonte suprema de toda unidade.

Depois de dar relevo à diversidade e à unidade da Igreja na Trindade, o apóstolo Paulo volta a falar das pessoas, dos crentes, que juntos constituem a comunidade de fé. Não são peças uniformes de um mecanismo, mas cada pessoa possui uma personalidade que Deus reconhece e usa em Seu serviço.

4. E nós temos o dom da graça

"E a cada um de nós foi concedida a graça, conforme a medida repartida por Cristo".

Assim, no versículo 7, o apóstolo fala em termos gerais sobre o dom da graça de Deus, à qual repetidamente se refere, quando relata sua própria experiência no cap. 3 (veja 3.2-7, onde identifica sua missão aos gentios com este dom da graça).

Agora ele aponta para cada um de nós, como possuidor do dom da graça, o qual difere de pessoa para pessoa. As diferenças entre esses dons não são determinadas por habilidade ou capacidade natural. Os dons são repartidos segundo a medida de Cristo.

Para pensar:
E a sua comunidade? Você é parte dela! E ela é parte do seu dom!