vendredi 31 janvier 2014

Teologia Sistemática 3 -- 1o. Semestre 2014 / Programa


FACULDADE TEOLÓGICA BATISTA DE SÃO PAULO
 
Ementa
Estudo da Pneumatologia e da Escatologia e suas importâncias para a Teologia Cristã.

Objetivo
O estudo da Teologia Sistemática III é essencial porque não se pode pensar em um pastor ou teólogo que não seja solicitado a refletir sobre temas como Pneumatologia, Soteriologia e Escatologia. Isso significa que todos os profissionais da teologia têm, ou deveriam ter, uma concepção da ação do Espírito Santo, da salvação e do futuro espiritual das pessoas e do mundo. A pesquisa da Teologia nesses campos oferece condições teóricas para a superação da consciência ingênua e possibilita o desenvolvimento de uma consciência crítica que permite compreender a riqueza dos fenômenos vividos pela igreja e pelos fiéis, o que possibilita a construção de um conhecimento a respeito da experiência de fé da Igreja cristã.

Abordagem
Optamos por uma abordagem temática dos assuntos, sem descuidar da referência necessária à história dessas áreas da teologia, que permita estabelecer o fio condutor da exposição dos temas. Isto porque fazer teologia não deve ser visto como atividade solitária, mas que se faz através do diálogo entre pensadores, igreja e fiéis quando expõem suas diferenças.

Avaliação
Os alunos serão avaliados por sua participação em classe (peso 3), pelos seminários apresentados (peso 4) e por uma prova final (peso 3).
 
PROGRAMA DA DISCIPLINA

Fevereiro e Março
A teologia do Espírito Santo

O Espírito na história da Igreja; no Antigo Testamento; no Intertestamento e no Novo Testamento. A Trindade e Espírito Santo. A teologia do Espírito Santo e o cisma oriental. Filioque e o Espírito enquanto expiração e conceito predicamental. Os aportes de Bulgakov e Lossky. A teologia reformada do Espírito Santo e o desafio pentecostal.

Bibliografia
Carl E. Braaten e Robert W. Jenson, Dogmática Cristã, volume I, São Leopoldo, Sinodal, 1987, Locus 8, pp. 117-189.
Jorge Pinheiro, Teologia Bíblica  e Sistemática, o ultimato da praxis protestante, São Paulo, Fonte Editorial, 2012. Capítulo Referente.
 
Abril
A teologia da salvação

Concepções de soteriologia. Predestinação e liberdade de escolha: diferentes interpretações. Aspectos objetivos e subjetivos da salvação.
 
Bibliografia
Braaten e Jenson, op. cit, vol 2. Locus 11, pp. 401-472.
Jorge Pinheiro, op. cit., capitulo referente.

Maio
A questão escatológica

Estado Intermediário. Morte, céu, inferno. Teorias milenistas. Tribulação. Estado final.
 
Bibliografia
Braaten e Jenson, op. cit, Locus 12, pp. 477-588.
Jorge Pinheiro, op. cit., capítulo referente.
 

BIBLIOGRAFIA
Carl E. Braaten e Robert W. Jenson, Dogmática Cristã, volume II, São Leopoldo, Sinodal, 1987.
Júlio Andrade Ferreira, Antologia Teológica, São Paulo, Fonte Editorial, 2007.
Jorge Pinheiro, Teologia Bíblica  e Sistemática, o ultimato da praxis protestante, São Paulo, Fonte Editorial, 2012.


METODOLOGIA 

Optamos por uma abordagem temática dos assuntos, sem descuidar da referência necessária à história dessas áreas da teologia, que permita estabelecer o fio condutor da exposição dos temas. As aulas serão expositivas, com seminários e apresentação de filmes que levem ao debate dos temas tratados.

RECURSOS

Audiovisuais.

AVALIAÇÃO

Os alunos serão avaliados por sua participação em classe (peso 3), pelos seminários apresentados (peso 4) e por uma prova final (peso 3).

Enregistrer un commentaire