jeudi 7 août 2014

Ciências da Religião para hoje




APRESENTAÇÃO

A pergunta que você deve estar se fazendo é: o que são as ciências da religião. Bem, em primeira instância podemos dizer que consiste na investigação do fenômeno religioso a partir de diferentes áreas do conhecimento, como antropologia, filosofia, história, psicologia, sociologia e teologia.

É um conhecimento empírico, que investiga as religiões e suas manifestações. Um elemento importante das ciências da religião é sua neutralidade frente aos objetos de estudo. Não se questiona a verdade religiosa ou a qualidade de uma religião. Por isso, dizemos que as religiões são sistemas de sentido idêntico, definidoras de identidade.

Já para a teologia, é na profundidade do ser, segundo Paul Tillich, filósofo da religião, que reside a fonte da espiritualidade humana. Por isso, é impossível afirmar que Deus e deuses desapareçam da esfera de conhecimento e pesquisa, quer da teologia, ciência primeira da fé cristã, quer das ciências da religião. É certo que há um número crescente de pessoas que se declaram ateias e/ou sem religião, mas mesmo estas, no Brasil, estão colocadas numa sociedade de tradição cristã, o que as obriga a terem que pensar o fenômeno religioso em suas diferentes formas. 

Este livro foi escrito pensando não somente na academia, mas em todos e todas que por curiosidade ou necessidade se debruçam sobre as religiões e suas imbricações neste mundo contemporâneo e pós-moderno. Esta coletânea de textos é, por isso, uma maneira diferente, abrangente, de falar sobre as religiões.

Para a tradição cristã, seja ela católica, reformada ou evangélica brasileira, a teologia é a ciência primeira, servida pela filosofia e por outros campos do conhecimento. Mas a teologia tem um desafio, falar àqueles que não são cristãos, sejam ateus ou estejam no amplo espectro de outras religiões. E isso deve ser feito de maneira dialogal, inter-religiosa. Aí entram as ciências da religião, que têm como um dos objetivos fazer uma análise, a partir dessas diferentes ciências, dos atos e fatos do mundo religioso. O estudo dos fenômenos religiosos possibilita abordar, desde uma perspectiva comparativa, as diferenças e semelhanças entre as religiões singulares e seus conteúdos, formas e práticas. Os traços comuns entre as diferentes religiões, levantados pelo cientista da religião, permitem, então, a definição de elementos que caracterizam o fenômeno religioso enquanto fenômeno antropológico, cultural e social.

Mas, este livro parte também do olhar para um Brasil que busca aprofundar posicionamentos e participação das pessoas nos marcos da democracia representativa e da democracia participativa e suas diversas formas de atuação, no qual as religiões crescem em importância e rompem os espaços marcados de templos, tendas e terreiros.

Por isso, as ciências da religião, hoje, trazem perguntas quanto as questões políticas e sociais que devem ser pensadas, como o reconhecimento da participação social enquanto direito do cidadão e expressão de sua autonomia, assim como a complementaridade, diálogo participativo e transversalidade dos diferentes credos e fé na integração da democracia representativa, participativa e direta.

Esta é a razão de nossos estudos e pesquisas, que contou com a contribuição de Naira Pinheiro, também ela cientista da religião, por meio de um diálogo amplo, geral e irrestrito com as diferentes áreas da vida, geralmente pouco percebido nas religiões em nosso país. Tais textos, oriundos dessas pesquisas, nos mostram que as ciências da religião, apoiadas na antropologia, filosofia, história, psicologia e sociologia, entre outras ciências humanas, e na teologia podem caminhar juntas a fim de pensar este Brasil brasileiro e fazer significativas as diferentes compreensões do ser religioso e do seu mundo.

Um forte abraço de Jorge Pinheiro
Enregistrer un commentaire