mardi 20 octobre 2015

André, um pescador

André, um caiçara do Norte


Rabi, onde assistes 

"No dia seguinte àquele em que João Batista batizou Jesus, ele dirigiu-se a dois de seus discípulos e disse: 'Eis o Cordeiro de Deus' (Jo 1.36). Cheios de curiosidade, os dois deixaram João e começaram a seguir a Jesus. Jesus notou a presença deles e perguntou-lhes o que buscavam. Responderam: "Rabi, onde assistes?”

André na casa de Jesus 

"Jesus levou-os à casa onde ele se hospedava e passaram a noite com ele. Um desses homens chamava-se André (Jo 1.38-40). André foi logo à procura de seu irmão, Simão Pedro, a quem disse: 'Achamos o Messias...' (Jo 1.41). Por seu testemunho, ele ganhou Pedro para o Senhor". 

Um sujeito forte 

André, em grego, Andreas, significa "varonil". Outras pistas dos Evangelhos indicam que era forte e homem devoto e fiel. Ele e Pedro tinham uma casa (Mc 1.29). Eram filhos de Jonas ou João, um próspero pescador. Ambos seguiram o pai no negócio da pesca. Eram pescadores. 

Um caiçara nortista -- 1 

André nasceu em Betsaida, no litoral norte do Mar da Galiléia. O Evangelho de João descreve o primeiro encontro dele com Jesus, mas só o menciona como discípulo mais tarde (Jo 6.8). O Evangelho de Mateus diz que quando Jesus caminhou junto ao Mar da Galiléia, ele saudou a André e a Pedro e os convidou para se tornarem discípulos (Mt 4.18,19). 

Um caiçara nortista -- 2 

Mateus não contradiz a narrativa de João, mas acrescenta um aspecto novo. Uma leitura atenta de João 1.35-40 mostra-nos que Jesus não chamou André e a Pedro para segui- lo quando se encontraram pela primeira vez. 

O primeiro missionário 

André e outro Filipe apresentaram a Jesus um grupo de gregos (Jo 12.20-22). Por este motivo podemos dizer que eles foram os primeiros missionários transculturais da fé cristã. 

A cruz de André 

Historiadores da Igreja dizem que André viveu seus últimos dias na Cítia, ao norte do Mar Negro. Um texto, Atos de André, escrito por volta do ano 260 d. C., conta que ele pregou na Macedônia e foi martirizado em Patras. Diz ainda, que ele foi crucificado numa cruz em forma de "X", símbolo que ficou conhecido como a cruz de André.
Enregistrer un commentaire