lundi 23 novembre 2015

A guerra da vida e nossas opções

Jorge Pinheiro

Deuteronômio 20:1 -- "Quando saíres para a guerra contra seus inimigos e vires os cavalos e carruagens e que são mais numerosos, não precisa temê-los, porque o Eterno, teu Deus, é contigo, ele te tirou da terra do Egito; (2) e acontecerá que, quando aproximar-se para uma batalha, o sacerdote vai chegar e vai falar com as pessoas; (3) e dizer: Ouve, ó Israel: você se lançará hoje para lutar contra seus inimigos. Não amoleça seu coração; não tenha medo, não se alarme, nem se quebrante diante deles; (4) pois o Eterno, teu Deus, acompanha você, para lutar por você, contra seus inimigos, para salvar você; (5) e vai falar aos guardas para dizer ao povo: quem é o homem que construiu uma casa nova e ainda não a estreiou? Volta para a casa, para que não morra na batalha e outro homem a estreie; (6) e quem é o homem que plantou uma vinha e não apreciou ainda seu primeiro fruto? Volte para a sua casa, para que não morra na batalha e outro homem desfrute do seu primeiro fruto; (7) e quem é o homem que se casou com uma mulher e não coabitou com ela? Volte para a sua casa, para que não morra na batalha e outro homem a leve; (8) e os guardas dirão às pessoas: quem é o homem de coração mole e tímido? Volte para casa para que o coração de seus irmãos não derretam como seu coração; (9) e acontecerá que, quando terminarem os guardas de falar ao povo, designará os oficiais das tropas na frente das pessoas".

O sacerdote que falou estas palavras é chamado -- miljama mashuaj cohen -- sacerdote ungido em circunstâncias de guerra. Antes de iniciar a campanha militar, ele pronuncia as palavras dos versículos 3 e 4, e faz três  perguntas à multidão reunida: "Quem é o homem que construiu...?" (v. 5) e um guarda repete a pergunta. "Quem é o homem que plantou uma vinha..." (v. 6) e um guarda repete a pergunta. "Quem é o homem que se casou com uma mulher...?" (v. 7) e um guarda repete a pergunta.

Casa, vinha, mulher. Esta é a moral judaica antiga, presente nos versículos 5, 6 e 7: antes do seu casamento, o homem deve possuir uma casa e ter um trabalho, que será mantido por ele e sua futura esposa, e só então pensar em casar. Um detalhe importante, porém, está presente no texto, o Eterno se preocupa com a sua vida material, ele quer que você usufrua da vida real, dos bens e frutos que você deve e pode conquistar.

Mas então o sacerdote faz uma quarta pergunta: "Quem é o homem que tem medo...?" (v. 8), e outro guarda repete as mesmas palavras ao povo.

Se os requisitos fundamentais para a construção da vida estão colocados e ordenados, e o Eterno se preocupa com eles e quer que você desfrute deles, você não pode temer os desafios, os perigos, enfim, a guerra da vida. 

Porque se tiver um coração mole e tímido contaminará, influenciará, os que estão ao redor de você. E a derrota e o fracasso serão inevitáveis. Por isso, o Deus Eterno diz nos versículos 3 e 4: "Ouve, ó Israel: você se lançará hoje para lutar contra seus inimigos. Não amoleça seu coração; não tenha medo, não se alarme, nem se quebrante diante deles; pois o Eterno, teu Deus, acompanha você, para lutar por você, contra seus inimigos, para salvar você".

Enregistrer un commentaire