mercredi 13 avril 2016

Caminhar com o Eterno


Qual é o sentido da sua vida?
A caminhar a partir de Kierkegaard, Sartre e as Escrituras




Para para pensar no caminho de Santiago (1). 
Por que fazer esta caminhada? Ou seja, o que se busca?


A questão da existência: por que eu caminho?

Por que não morri eu na madre? Por que não expirei ao sair dela? Por que houve regaço que me acolhesse? E por que peitos, para que eu mamasse? Jó 3.11-12.

Você conhece o filósofo Jean-Paul Sartre? Por que a angústia? Ou seja, a vida pode ter sentido?

Assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos destinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus, o Messias, segundo o beneplácito de sua vontade. Efésios 1.4-5. É isso mesmo, existimos para sermos amados pelo Eterno.

A questão do significado: pessoas têm valor?

Eu mesmo disse: debalde tenho trabalhado, inútil e vãmente gastei as minhas forças; todavia, o meu direito está perante o Eterno, a minha recompensa, perante o meu Elohim. Isaías 49.4.

As vidas não são o trabalho inútil de um campo de concentração. Ou seja, as pessoas podem viver de maneiras diferentes: para sobreviverem, levadas pelas circunstâncias; para serem bem sucedidas, levadas pela competição e em busca de conquistas materiais; e para terem sentido, a caminhar nas trilhas e roteiros do Eterno. Ou seja, nesse caminhar, a trilha e o roteiro do Eterno dão sentido à vida.

Os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nem um deles havia ainda. Salmo 139.16.

Todos os humanos foram projetados para viverem um caminhar com o Eterno. Ou seja, há uma intenção, há uma razão, o caminhar com o Eterno. 

O temor do Eterno é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência. Provérbio 9.10.

A conhecer o roteiro e a trilha proposta pelo Eterno
Nele, digo, no qual fomos também feitos herança, predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade. Efésios 1.11.

O exemplo de Obede Edom: se dispôs a receber a presença do Senhor e foi abençoado. Pelo que Davi não trouxe a arca para si, para a Cidade de Davi; mas a fez levar à casa de Obede-Edom, o geteu. 14 Assim, ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o Eterno abençoou a casa de Obede-Edom e tudo o que ele tinha. 1Crônicas 13.13-14.

E o Eterno junto, ao lado. Caminhar com Ele dá sentido à vida, responde à pergunta do por que fazer o caminho de Santiago. 

Pelo contrário, em qualquer nação, aquele que o teme e faz o que é justo lhe é aceitável. Atos 10.35.


E se o caminho de Santiago é uma metáfora, você descobre o sentido da sua vida quando caminha com o Eterno.


Notas

(1) Santiago de Compostela é uma cidade e município (concello em galego) no noroeste de Espanha. É capital da comunidade autónoma da Galiza e faz parte da província da Corunha e da comarca de Santiago. O município tem 220 km² de área e em 2013 tinha 96 041 habitantes (densidade: 436,6 hab./km²). É uma cidade internacionalmente famosa como um dos destinos de peregrinação cristã mais importantes do mundo, cuja popularidade possivelmente só é superada por Roma e Jerusalém. Ligado a esta tradição, que remonta à fundação da cidade no século IX, destaca-se a catedral de Santiago de fachada barroca, que alberga o túmulo de Santiago Maior, um dos apóstolos de Jesus Cristo. A visita a esse túmulo marca o fim da peregrinação, cujos percursos, os chamados Caminhos de Santiago ou Via Láctea, se estendem por toda a Europa Ocidental ao longo de milhares de quilómetros. Desde 1985 que o seu centro histórico (cidade velha) está incluído na lista de Património Mundial da UNESCO. Em 1993 foi também incluído nessa lista o Caminho de Santiago, que já tinha sido classificado como o primeiro itinerário cultural europeu pelo Conselho da Europa em 1987.Foi uma das capitais europeias da cultura em 2000.


(2) Uma peregrinação (do latim per agros, isto é, pelos campos), que traduz o caminhar, seguir um caminho, é uma jornada realizada por uma pessoa de uma dada religião a um lugar considerado santo. O termo "peregrino" aparece em nossa língua na primeira metade do século XIII, para denominar os cristãos que viajavam a Roma ou à Terra Santa, onde atualmente se encontra o Estado de Israel e os Territórios Palestinos, para visitar os lugares santos, com o objetivo de encontrar o sentido de sua vida, entregar culpas e pecados e ou cumprir penas canônicas. Desses peregrinos surgiria mais tarde a ideia das Cruzadas, enviadas para "reconquistar" os lugares que os cristãos consideravam sagrados e que estavam em poder de povos de outras religiões.





Enregistrer un commentaire