mardi 17 mai 2016

Religião e relações internacionais


Seminário de Estudos Inter-religiosos / Religião e Política
Faculdade Teológica Batista de São Paulo
Segundo semestre de 2016 – Agosto/ Dezembro.

Religião e relações internacionais
na construção do Partido dos Trabalhadores no Brasil

Coordenação do Seminário
Prof. Dr. Jorge Pinheiro dos Santos
É Pós-Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (2011) e pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2008), Doutor em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (2006), Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (2001) e Graduado em Teologia pela Faculdade Teológica Batista de São Paulo (2001). É professor de tempo integral na Faculdade Teológica Batista de São Paulo e Jornalista Profissional. Atua na área de Ciências da Religião, com especialização nas relações entre religião e política, e filosofia, teologia e cristianismo.


Currículo Lattes / CNPq
Jorge PINHEIRO dos Santos
http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/busca.do#
E-mail: jorgepinheiro.sanctus@gmail.com
FaceBook: Jorge Pinheiro / https://www.facebook.com/profile.php?id=100004812210748
WEB: jorgepinheirosanctus.blogspot.com.br


Ementa e proposta do curso

A religião e mais precisamente o cristianismo foram componentes fundamentais na formação do pensamento socialista do Partido dos Trabalhadores. Esse fato histórico, que estudaremos neste seminário, tem dois desdobramentos: em primeiro lugar, o pensamento socialista europeu, em especial o trabalhismo, fruto das relações internacionais de muitos de seus fundadores, esteve presente na construção desse partido brasileiro. E em segundo lugar, a experiência cristã vivida na Europa, a partir do Concílio Vaticano II e dos levantes das igrejas na América Latina, também marcaram a construção pensamento socialista do Partido dos Trabalhadores. Donde a questão a estudar e pesquisar é qual o sentido da religião e das relações internacionais para um partido socialista que se formou desta maneira?

A partir da hipótese central, e de seus dois desdobramentos, em nosso Seminário trabalharemos com duas outras hipóteses, de caráter mais factual e histórico, de que um tipo de socialismo religioso predominou no conjunto do pensamento do Partido dos Trabalhadores, fazendo com que as propostas marxistas e leninistas de organização partidária e de transformação radical da sociedade, fundamentadas na teoria da luta de classes e da tomada violenta do poder, fossem deslocadas no correr dos primeiros vinte anos de construção do novo partido.

Assim, tal socialismo deixou de defender o partido único, o centralismo democrático, a ditadura do proletariado e a tomada violenta do poder. E passou a levantar a bandeira da expansão da democracia e da solução de problemas brasileiros historicamente pendentes, como a questão da terra, do trabalho e da liberdade cidadã, porque a visão cristã de justiça social foi a que prevaleceu no ideário socialista do pensamento petista.

Analisar tais hipóteses, e procurar responder o que o socialismo do Partido dos Trabalhadores tem a ver com a religião e a situação internacional do último quarto do século vinte, nos abre perspectivas de compreensão, ou seja, de saber em que medida o desenvolvimento do pensamento socialista dentro do Partido dos Trabalhadores pode ter uma leitura que vá além das crises e choques expressos hoje na política brasileira?

Bibliografia

DUSSEL, Enrique
  • Caminhos da Libertação Latino-Americana, 4 volumes, São Paulo, Paulinas, 1984.
·      Las metáforas teológicas de Marx, Navarra, Editorial Verbo Divino, 1993
  • Teologia da Libertação, um panorama de seu desenvolvimento, Petrópolis, Vozes, 1999.
  • Ética da Libertação na idade da globalização e da exclusão, Petrópolis, Vozes, 2000.

TILLICH, Paul
·      Christianisme et Socialisme, Écrits socialistes allemands, 1919-1931, Paris, Genebra, Québec : Les Éditions du Cerf, Éditions Labor et Fides, Les Presses de l’Université Laval, 1992. Christentum und Soziale Gestaltung, Gesammelte Werke II, Evangelisches Verlagswerke Stuttgart, 1962. Trad. fr., Nicole Grondin e Lucien Pelletier, 1992.
·      Écrits contre les nazis, 1932-1935, Paris, Genève, Québec : Les Éditions du Cerf, Éditions Labor et Fides, Les Presses de l’Université Laval, 1994. Christentum und soziale Gestaltung. Frühe Schriften zum religiösen Sozialismus, Evangelisches Verlagswerk Stuttgart, Gesammelte Werke II, 1962. Trad. fr. Nicole Grondin e Lucien Pelletier.  
·      La dimension religieuse de la culture, 1919-1926, Paris, Genebra, Québec, Les Éditions du Cerf, Éditions Labor et Fides, Les Presses de l’Université Laval, 1990. Trad. fr., Nicole Grondin e Lucien Pelletier, 1992.
  • “Le Socialisme: Une question pour l’Église” in Christianisme et Socialisme, Écrits socialistes allemands (1919-1931), Paris, Genebra, Québec, Les Éditions du Cerf, Éditions Labor et Fides, Les Presses de l’Université Laval. Artigo publicado em Berlim, Gracht, em 1919. “ Der Sozialismus als Kirchenfrage ”, Christentum und Soziale Gestaltung, Gesammelte Werke II, Evangelisches Verlagswerke Stuttgart, 1962, pp.13-20. Trad. fr., Nicole Grondin e Lucien Pelletier, 1992.

PINHEIRO, Jorge
  • Teologia e Política, Paul Tillich, Enrique Dussel e a Experiência Brasileira, Fonte Editorial, São Paulo, 2006.

PINHEIRO, Jorge e PINHEIRO, Naira
  • Ciências da Religião, reflexões para hoje, Fonte Editorial, São Paulo, 2014.

E também

OLIVEIRA, Isabel Ribeiro de
  • Trabalho e política. A origem do Partido dos Trabalhadores. Petrópolis, Vozes, 1988.

PEDROSA, Mario
  • Sobre o PT. São Paulo, Ched Editorial, 1981.

PETITFILS, Jean-Christian
  • Os Socialismos Utópicos, São Paulo, Círculo do Livro.

POMAR, Wladimir
  • Quase lá: Lula, o susto das elites. São Paulo, Brasil Urgente, 1990.

PORTELLI, Hugues
  • Gramsci e o bloco histórico, Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1977.
  • Gramsci e a questão religiosa, São Paulo, Edições Paulinas, 1984.

PORTELLI, Hugues e ARCADIAS, Yves (Org.)
  • L'Internationale Socialiste, Paris, Les Editions Ouvrieres, 1983.

POULAIN, J. (org),
  • A Social-democracia hoje, Rio de Janeiro, Ed. Civilização Brasileira, 1980.

PRZEWORSKI, Adam
  • Capitalismo e social-democracia, São Paulo, Ed. Cia. das Letras, 1988.



Enregistrer un commentaire